Última hora

Última hora

Divulgadas imagens relacionadas com desaparecimento de jornalista saudita

Em leitura:

Divulgadas imagens relacionadas com desaparecimento de jornalista saudita

Divulgadas imagens relacionadas com desaparecimento de jornalista saudita
Tamanho do texto Aa Aa

A televisão turca está a divulgar imagens captadas por câmaras de videovigilância que mostram o alegado momento em que o jornalista Jamal Khashoggi, desaparecido na semana passada, entra no consulado da Arábia Saudita, em Istambul, para não mais ser avistado.

Riade continua a alegar que o dissidente saudita abandonou o edifício e que as acusações de rapto ou assassinato são "infundadas" mesmo se tudo parece apontar para esse cenário.

"Trata-se de uma área repleta de câmaras. É um consulado. Basta rumar até lá para perceber que existem câmaras espalhadas por todo o edifício e pelas ruas. Sabemos que os turcos estão a tentar analisar ativamente as gravações das câmaras de videovigilância. Também não partilham muita informação. Por isso, pode até ser que estejam mais adiantados na investigação do que disseram publicamente. Por agora sublinharam apenas que querem fazer buscas no consulado", explicou a correspondente da agência Reuters, Emily Wither.

A polícia turca investiga a pista de um grupo de sauditas que aterrou, a bordo de jatos privados, no Aeroporto Internacional Atatürk, em Istambul. Um momento que também foi captado pelas câmaras de videovigilância.

Alegadamente rumaram ao consulado e abandonaram depois o país.

"Fontes disseram-nos que estes aviões pertencem ao Governo saudita. Sabemos que 15 indivíduos entraram no consulado ao mesmo tempo que Jamal tinha uma marcação para recolher documentos. Partiram horas depois e foram diretamente para o aeroporto. As autoridades turcas tentam agora perceber quem era exatamente este grupo e se existe algum envolvimento no desaparecimento de Jamal", acrescenta a correspondente da agência Reuters.

O jornal turco "Sabah" diz ter identificado uma equipa de 15 elementos envolvida no desaparecimento do conhecido jornalista.

Jamal, antigo assessor do Governo saudita e uma voz crítica, vivia desde o ano passado nos EUA. Rumou ao consulado para obter documentos para se casar mas a noiva turca diz que não voltou a aparecer.