Última hora

Última hora

Al-Motassadeq deportado para Marrocos

Em leitura:

Al-Motassadeq deportado para Marrocos

Al-Motassadeq deportado para Marrocos
Tamanho do texto Aa Aa

Culpado de participação nos ataques jiadistas de 11 de setembro de 2001, Munir al-Motassadeq foi expulso esta segunda-feira de território alemão.

De acordo com a polícia federal, o cidadão marroquino de 44 anos ajudou os pilotos que cometeram o ataque em solo norte-americano.

A agência noticiosa DPA indica que Al-Motassadeq embarcou num avisão de uma companhia aérea marroquina por volta das 16 horas locais, no aeroporto internacional de Frankfurt.

Al-Motassadeq foi transferido para uma prisão de Frankfurt de uma prisão na cidade de Hamburgo, com recurso a um helicoptero.

Deixa a Alemanha depois de ter cumprido uma pena de 15 anos de prisão por cumplicidade na morte de 246 passageiros e membros da tripulação dos aviões desviados.

Primeiro suspeito condenado pelo 11 de setembro

Detido em 2001, foi o primeiro suspeito condenado por participação nos atentados jiadistas contra o World Trade Center e o Pentágono.

Munir Al-Motassadeq admitiu ter ligações com os pilotos implicados nos ataques, mas negou qualquer responsabilidade. A Justiça considerou provado que era amigo de um dos membros de uma célula jiadista presente em Hamburgo.

Foi acusado de ter ajudado os pilotos que frequentaram cursos de pilotagem nos Estados Unidos e de ter transferido dinheiro para a Alemanha.