Última hora

Última hora

Salvini defende decisão de retirar apoio a migrantes

Em leitura:

Salvini defende decisão de retirar apoio a migrantes

Salvini defende decisão de retirar apoio a migrantes
Tamanho do texto Aa Aa

Matteo Salvini defendeu a decisão de retirar o apoio a centenas de migrantes da cidade de Riace, na Calábria. O ministro do Interior de Itália disse, domingo, que era necessário acabar com o que identifica como abusos no uso de fundos do governo.

Riace está no centro das atenções desde que o seu presidente, Domenico Lucano, foi preso, este mês, por irregularidades administrativas que supostamente favorecem a imigração ilegal.

Lucano afirma que os migrantes não vão sair.

“Eles não vão embora porque não têm para onde ir com os seus filhos pequenos. Existem muitas famílias aqui nessa condição. Ultimamente, alguém foi embora porque havia uma situação de grande incerteza, mas a maioria deles não tem realmente para onde ir,” declarou o presidente da Câmara de Riace.

Riace é vista como um modelo de integração bem-sucedida. Os esforços do autarca por abrir as portas da cidade a milhares de refugiados foram aclamados internacionalmente. Mas Lucano foi acusado de organizar "casamentos de conveniência" para fins de imigração.

Salvini, que é líder do partido nacionalista de extrema-direita Liga, diz que o Ministério deixou claro que não há movimento compulsório de Riace.

Habitantes de Riace e grupos pró-migrantes acusam Salvini de racismo.