Última hora

Última hora

Bruxelas luta por um Brexit que não sai nem a ferros

Em leitura:

Bruxelas luta por um Brexit que não sai nem a ferros

Bruxelas luta por um Brexit que não sai nem a ferros
Tamanho do texto Aa Aa

O tempo passa em Bruxelas e o acordo para o Brexit não chega, com a questão da fronteira na Irlanda a mostrar-se um dos obstáculos mais difíceis de ultrapassar.

O acordo parece cada vez mais difícil a um dia de um encontro do Conselho Europeu, na capital Belga.

Em cima da mesa estão ainda muitas questões, pelo que o acordo final não deverá ser assinado na quarta-feira. Michel Barnier, negociador da União Europeia, confessou aos jornalistas que será necessário "mais tempo."

"Ainda não chegámos lá," explicou Barnier.

"Temos vários temas por fechar, entre os quais, a Irlanda. Pelo que vejo, precisamos de mais tempo para chegarmos a esse acordo global e conseguirmos esse avance decisivo, do qual precisamos para concluir a negociação sobre a saída ordeira do Reino Unido," concluiu.

Michel Barnier mostrou-se paciente ao falar com os jornalistas. Postura diferente tem o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Na rede social Twitter, Tusk disse que não tinha motivos para mostrar otimismo relativamente ao Brexit.

"Apenas a boa vontade e a determinação podem ajudar a mudar as coisas. Uma atitude que deve surgir de ambos os lados," pode ser lido no post de Tusk.

O futuro da fronteira que separa a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, parte do Reino Unido, pode ficar decidido na cimeira. Mas Bruxelas diz esperar novas propostas da parte da primeira-ministra britânica, Theresa May.