EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Veículos solares enfrentam deserto de Atacama

Veículos solares enfrentam deserto de Atacama
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

De 20 a 28 de outubro, veículos solares vindos de quatro países vão percorrer 2600 quilómetros de Santiago do Chile a Arica, passando pelo deserto de Atacama, um dos mais áridos e inóspitos do mundo

PUBLICIDADE

Onze equipas de quatro países, Chile, Bélgica, Bolívia e Colômbia, lançam-se este sábado na Corrida Solar Atacama, que levará curiosos veículos movidos pela energia do Sol a percorrerem 2600 quilómetros, desde Santiago do Chile até Arica, a norte, passando por aquele que é considerado um dos desertos mais áridos do planeta. Uma prova particularmente dura, que oscilará entre o nível do mar e os 3400 metros de altitude.

Carrera Solar Atacama

Quatro equipas competem na categoria puramente solar e as restantes sete na categoria "híbrida", com recurso tanto a energia solar como humana.

O juiz uruguaio Daniel Gomez diz que "a equipa belga, que está em terceiro no 'ranking' mundial, veio competir, mas nunca o fez em condições tão extremas".

Leandro Valencia, um dos diretores da prova, acrescenta que "a competição entre Santiago e Arica é uma das corridas de viaturas solares mais difíceis do mundo".

Mais do que a pura competição, a corrida de oito dias tem como objetivo fomentar as energias limpas e contribuir ao desenvolvimento de tecnologias para melhoras os transportes urbanos.

Editor de vídeo • Rodrigo Barbosa

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndios florestais no Chile fazem pelo menos 112 mortos e 200 desaparecidos

Dezenas de mortos no Chile devido a incêndios florestais

Comunidade LGBTQ manifesta-se no Chile contra a discriminação