Última hora

Última hora

Bolsas asiáticas no vermelho afetam Europa

Em leitura:

Bolsas asiáticas no vermelho afetam Europa

Bolsas asiáticas no vermelho afetam Europa
Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas asiáticas acordaram, esta quinta-feira, no vermelho, arrastadas pelo desempenho de Wall Street e em consequência do braço-de-ferro comercial entre os Estados Unidos e a China.

No Japão, as perdas do índice Nikkei atingiram os 3,3%, para um período de seis meses, Hong-Kong caiu 2,2%. Uma tendência seguida pelas ações na Coreia do Sul, que afundaram 3%, para o valor mais baixo desde janeiro de 2017, e na Austrália, onde atingiram a maior baixa em um ano

Para Janet Johnston, analista de mercados, a evolução era expectável. "Isto parece-nos muito mais uma correção do que o início de um mercado em baixa. Estivemos perante muita exaustão em termos de venda", afirma.

Os analistas espera que a correção venha a afetar os mercados europeus, com perdas a nível mundial. Esta quinta-feira de manhã, em liquidação global, as bolsas europeias já registaram uma quebra.