Última hora

Última hora

Liga dos Campeões: Nápoles quase apaga Paris, Porto brilha em Moscovo

Em leitura:

Liga dos Campeões: Nápoles quase apaga Paris, Porto brilha em Moscovo

Liga dos Campeões: Nápoles quase apaga Paris, Porto brilha em Moscovo
Tamanho do texto Aa Aa

O ex-Benfica Angel Di Maria evitou já nos descontos a derrota caseira do Paris Saint-Germain, na receção ao Nápoles, em partida a contar para a terceira jornada do grupo C.

A equipa italiana, com o português Mário Rui a titular na lateral esquerda, foi a primeira a marcar na cidade luz, com um belo golo de Insignie.

Já na segunda parte, Mário Rui foi infeliz na tentativa de desviar o remate de um adversário e acabou por empatar o jogo com um autogolo, mas pouco depois o belga Mertens voltaria a colocar o Nápoles em vantagem.

A surpreendente vitória forasteira parecia certa, mas o milionário PSG chegou ao empate (2-2) já aos 93 minutos através de um golo típico de Di Maria, com um remate colocado de fora da área.

Na outra partida do grupo, o Liverpool goleou em casa o Estrela Vermelha de Belgrado e assumiu a liderança destacado. Ainda sem derrotas, o Nápoles é segundo. Os sérvios são últimos, apenas com um ponto.

No grupo A, o Borussia Dortmund passeou classe na receção ao Atlético de Madrid e goleou o vencedor da última edição da Liga Europa.

O português Raphael Guerreiro começou no banco dos alemães, entrou na segunda parte e contribuiu com um bis para a goleada sobre a equipa de Gelson Martins, que nem no banco se sentou.

A AS Mónaco estreou-se na competição com Thierry Henry e o jovem treinador francês já conseguiu melhor que o português Leonardo Jardim, entretanto despedido. Os monegascos empataram em Bruges e somaram o primeiro ponto na competição.

No grupo B, também o Barcelona segue imparável. Noutro duelo de líderes, os catalães receberam e venceram (2-0) o Inter de Milão.

Duas equipas ainda à procura dos primeiros pontos, o PSV recebeu o Tottenham e o confronto deu empate, mais saboroso para os ingleses, por ter sido em Eindhoven.

Por fim, no grupo D, o FC Porto foi a Moscovo impor-se ao Lokomotiv. Manuel Fernandes viu um penálti ser defendido por Iker Casillas quando ainda havia 0-0 e Éder viu um golo ser-lhe anulado por fora de jogo.

Os "dragões" foram mais eficazes. Marcaram por Marega (de penálti), Herrera e Corona, venceram 1-3 e lideram com mais dois pontos que o Schalke 04.

Os alemães marcaram passo na visita a Istambul, não conseguindo melhor que um empate a zero com o Galatasaray.