Moçambique arquiva caso de português desaparecido

Moçambique arquiva caso de português desaparecido
De  Ricardo Figueira com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É a segunda vez que o caso é posto na gaveta, apesar da insistência da família e do advogado.

PUBLICIDADE

A justiça de Moçambique mandou arquivar o caso do português que foi raptado há dois anos e está desaparecido desde então.

O Ministério Público Moçambicano absteve-se de proferir uma acusação, pelo que o processo foi arquivado, apesar de o advogado da família de Américo Sebastião ter reclamado em tempo útil.

O português foi raptado numa estação de abastecimento de combustíveis, em 29 de julho de 2016, em Nhamapadza, na província de Sofala, no centro do Moçambique. A Assembleia da República portuguesa fez já uma petição a pedir às autoridades de Moçambique que não deixem de procurar Américo Sebastião.

Esta é a segunda vez que o caso é posto na gaveta. Depois de um primeiro arquivamento, em fevereiro deste ano, o processo foi reaberto, por pressão da família.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal de Belfast contraria lei britânica de amnistia a autores de atos de violência

Arranca novo julgamento dos quatro egípcios acusados de matar estudante italiano Giulio Regeni

Londres avalia pedido de recurso contra extradição de Assange