Última hora
This content is not available in your region

Vaticano anuncia descoberta de ossos humanos ao lado da Nunciatura Apostólica em Roma

euronews_icons_loading
Vaticano anuncia descoberta de ossos humanos ao lado da Nunciatura Apostólica em Roma
Tamanho do texto Aa Aa

A descoberta relançou o debate. De quem são afinal os ossos humanos encontrados durante trabalhos de reconstrução num local anexo à Nunciatura Apostólica em Roma?

Depois do anúncio feito pelo Vaticano, os nomes de Emmanuela Orlandi e Mirella Gregori, desaparecidas em 1983, voltaram a estar na ribalta.

No terreno está em curso uma investigação, com a polícia científica a procurar pistas para tentar determinar a idade, sexo e data de falecimento da pessoa ou pessoas a que pertencem os restos mortais.

Esta pode ser uma oportunidade de ouro para se fazer luz sobre um dos maiores mistérios por resolver em Itália. O caso "Orlandi", que salpicou os grandes poderes do país.

A jovem Emmanuela, de 15 anos, era filha de um funcionário do Vaticano que trabalhava diretamente com o Papa. Pensou-se que esta poderia ser uma forma de pressionar a Santa Sé sobre os segredos que o homem conhecia. Mas até o turco que tentou assassinar João Paulo II disse que a jovem foi sequestrada para conseguir a libertação como moeda de troca. A máfia também entrou na equação.

O diário "La Reppublica" fala na possibilidade de reabertura do caso.