Última hora

Última hora

Animais esquartejados vivos e conscientes num matadouro francês

Em leitura:

Animais esquartejados vivos e conscientes num matadouro francês

Animais esquartejados vivos e conscientes num matadouro francês
Tamanho do texto Aa Aa

As imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis. Há um novo escândalo de abuso de animais em França, desta vez num matadouro.

As imagens chocantes divulgadas pela organização L214 originaram o encerramento temporário de um matadouro considerado biológico no departamento de Indre, por ordem do ministério da Agricultura.

Maus tratos. Animais a serem esquartejados, pendurados por uma pata ainda conscientes, ou serem atirados como lixo antes de levarem choques elétricos são apenas algumas das más práticas registadas.

Os registos foram captados em segredo em agosto e setembro pela associação e levou a que fossem suspensas as atividades do matadouro público de Boischaut, gerido pela comunidade de municípios do Pays de La Chatre-Sainte-Severe.

Cerca de 17.000 animais são abatidos por ano neste matadouro orgânico certificado com 17 empregados.

Na verdade, a associação L214 anunciou que o matadouro já tinha sido denunciado por "deficiências dos serviços veterinários que permitiam persistência destes atos."

Apesar dos atos cruéis, o matadouro apresentou queixa por intrusão e registo de imagens num local privado. De acordo com a procuradoria, a Associação L214 avançou com uma queixa por "maus-tratos de animais".

Duas investigações preliminares estão em curso.