EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Referendo" a Trump entra na reta final

"Referendo" a Trump entra na reta final
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Voto antecipado nas intercalares americanas aumenta 20% em relação a 2014, numa altura em que Trump e Obama extremam posições.

PUBLICIDADE

Mais de 30 milhões de eleitores americanos já foram às urnas, fazendo uso do mecanismo do voto antecipado, possível em vários Estados americanos. É um número que representa um acréscimo de 20% em relação às eleições intercalares de 2014.

No Montana, o presidente dos Estados Unidos, em confronto direto com o seu predecessor nesta campanha, afirmou que "o programa de imigração dos Democratas consiste em trazer o tráfico de droga para o país, o tráfico de seres humanos e os cartéis criminosos".

Donald Trump declarou ainda que "estas são umas das eleições mais importantes de sempre. Este escrutínio vai decidir se o país vai construir a partir da prosperidade extraordinária alcançada até agora ou se deixa os democratas radicais tomarem o controlo do Congresso, destruindo a economia e o futuro da nação".

Na Georgia, Barack Obama alertou precisamente para o discurso baseado na propagação do medo que o seu opositor proclama.

Para o antigo presidente, na próxima terça-feira há uma oportunidade de "votar por uma política decente, honesta, cumpridora da lei e defensora dos cidadãos".

O primeiro escrutínio nacional desde a subida de Trump ao poder vai nada menos do que determinar o controlo da Câmara dos Representantes e do Senado até às próximas presidenciais, em novembro de 2020.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Robert de Niro chama "palhaço" a Donald Trump à porta do tribunal

Biden apela à libertação de jornalistas no jantar dos correspondentes de imprensa

Mike Pence: "A maioria dos norte-americanos acredita no nosso papel de líderes do mundo livre"