A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Bolsonaro diz que Sérgio Moro vai "pescar corrupção com rede de 500 metros"

Bolsonaro diz que Sérgio Moro vai "pescar corrupção com rede de 500 metros"
Direitos de autor
REUTERS/Adriano Machado
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Num vídeo publicado na sua página no Facebook, o Presidente eleito do Brasil escreveu: "Moro vai pegar vocês, corruptos. Antes, ele pescava de varinha [cana de pesca], agora vai ser com rede de arrastão de 500 metros".

Jair Bolsonaro reafirmou a confiança no juiz no que respeita ao combate à corrupção no país e garantiu uma mudança de métodos.

O recém-eleito Presidente reiterou que Sérgio Moro terá carta branca para trabalhar e afirmou que lhe dará todos os meios para que isso aconteça, incluindo o apoio por parte da polícia federal.

Manifestou também a vontade de ter o conselho de controlo de atividades financeiras (Coaf) dentro do Ministério da Justiça. O Coaf foi criado em 1998, no Governo de Fernando Henrique Cardoso. O órgão identifica, monitoriza e aplica penas em caso de operações financeiras suspeitas, inclusive internacionais, em moeda estrangeira.

Bolsonaro voltou a sublinhar que nunca conversou com o juiz federal durante a campanha eleitoral, declarando que só o fez depois da segunda volta. Desta forma, tenta afastar qualquer suspeita sobre possíveis interferências no processo eleitoral e o cenário de que o convite feito a Moro para assumir o Ministério tivesse sido feito antes das eleições.

O responsável pelo processo Lava Jato, que levou à condenação do antigo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aceitou, no dia 1 de outubro, ser ministro da Justiça.