Última hora
This content is not available in your region

Angela Merkel diz que projeto de paz europeia está em risco

euronews_icons_loading
Angela Merkel diz que projeto de paz europeia está em risco
Tamanho do texto Aa Aa

A primeira edição do Fórum para a Paz, organizado em Paris pelo presidente francês Emmanuel Macron, ficou marcado pelo alerta de Angela Merkel para as ameaças à paz europeia.

Sob o olhar atento de António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, a chanceler da Alemanha declarou o nacionalismo e o populismo como principais riscos.

Num dia marcado pelas comemorações do centenário do armistício que acabou com a I Guerra Mundial, Angela Merkel realçou a importância de uma resposta global aos desafios.

"Por exemplo, há a preocupação de que o pensamento nacionalista está a aumentar e que, mais uma vez, ações podem ser tomadas como se simplesmente pudéssemos ignorar a nossa interdependência mútua, relações e interconexões", começou por afirmar a chanceler germânica.

O apelo de Angela Merkel foi bem recebido pelos mais de 60 chefes de estado internacionais e por cerca de três dezenas de organizações, tais como o Fundo Monetário Internacional, representado pela diretora Christine Lagarde.

Igualmente presente esteve o Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, que terminou este domingo a visita de dois dias a Paris por ocasião do centenário do fim da Grande Guerra.

"Notamos que a cooperação internacional, a reconciliação pacífica de interesses, até mesmo o Projeto Europeu de Paz está a ser novamente questionado. E notamos também uma preparação para impor o próprio interesse pela força, na pior das hipóteses", concluiu Angela Merkel.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.