Última hora

Lyon adere ao protesto dos "coletes amarelos"

Lyon adere ao protesto dos "coletes amarelos"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Givors, nos arredores de Lyon foi um dos 1500 locais que aderiram ao protesto dos coletes amarelos, em França.

A concentração não cortou o trânsito mas formou-se logo de manhã para mostrar a indignação contra o aumento dos combustíveis, anunciado pelo executivo de Emmanuel Macron.

Os manifestantes garantem que este aumento é apenas a “gota que fez transbordar o copo”.

Para o governo francês, este aumento vai desencorajar a utilização dos combustíveis fósseis. A tese não convence este movimento inédito que nasceu de forma espontânea e cresceu durante várias semanas na internet.

A manifestação foi acompanhada por um forte dispositivo policial, que manteve uma presença discreta, mas que esteve sempre pronto para intervir.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.