Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Lyon adere ao protesto dos "coletes amarelos"

Lyon adere ao protesto dos "coletes amarelos"
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade de Givors, nos arredores de Lyon foi um dos 1500 locais que aderiram ao protesto dos coletes amarelos, em França.

A concentração não cortou o trânsito mas formou-se logo de manhã para mostrar a indignação contra o aumento dos combustíveis, anunciado pelo executivo de Emmanuel Macron.

Os manifestantes garantem que este aumento é apenas a “gota que fez transbordar o copo”.

Para o governo francês, este aumento vai desencorajar a utilização dos combustíveis fósseis. A tese não convence este movimento inédito que nasceu de forma espontânea e cresceu durante várias semanas na internet.

A manifestação foi acompanhada por um forte dispositivo policial, que manteve uma presença discreta, mas que esteve sempre pronto para intervir.