Última hora

Novo referendo só no futuro diz o líder trabalhista

Novo referendo só no futuro diz o líder trabalhista
Tamanho do texto Aa Aa

O líder do Partido Trabalhista assumiu, em entrevista à Sky News, que um segundo referendo, será mais para um regresso à União Europeia, já que essa é uma "opção para o futuro, mas não (...) para agora". Jeremy Corbyn garantiu que, no parlamento, o seu partido votará contra o acordo que será proposto por Theresa May:

''Vamos votar contra esse acordo porque não concordamos com ele. Não acreditamos que sirva os interesses deste país. O governo deveria recuar e renegociar, rapidamente, com a União Europeia", garantiu o principal líder da oposição britânica.

Também a primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, frisou a sua oposição ao projeto, dizendo, desta vez à BBC, que seria um erro e profundamente irresponsável para o parlamento prosseguir com este acordo da primeira-ministra britânica:

"Não há clareza no que diz respeito ao futuro relacionamento entre o Reino Unido e a UE. Por isso, será pedido a Câmara dos Comuns que valide um Brexit de olhos vendados. Acho que seria um erro e profundamente irresponsável fazê-lo", afirmou a chefe do executivo escocês.

Quando parece que está tudo, ou quase tudo, decidido, e que não há como voltar atrás, os britânicos continuam a manifestar-se nas ruas a favor e contra o Brexit.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.