EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Voluntária italiana sequestrada no Quénia

Voluntária italiana sequestrada no Quénia
Direitos de autor REUTERS/Stringer
Direitos de autor REUTERS/Stringer
De  Rodrigo Barbosa com Reuters / EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma trabalhadora de uma ONG italiana foi sequestrada no sudeste do Quénia. É o primeiro rapto de um estrangeiro no país em seis anos

PUBLICIDADE

Uma italiana de 23 anos foi sequestrada durante um ataque perpetrado por um grupo de homens armados que fez também cinco feridos no sudeste do Quénia.

Identificada por fontes da polícia local como Silvia Constanca, a voluntária trabalhava para a ONG italiana Africa Milele Onlus, que conduz vários projetos com crianças orfãs.

O ataque teve lugar na localidade de Chakama, na região costeira de Kilifi. Entre os feridos, contam-se 3 menores de idade e dois jovens de 20 e 23 anos, um dos quais está em estado crítico.

É o primeiro sequestro de um estrangeiro no Quénia desde uma série de ataques, há seis anos, atribuídos ao grupo "jihadista" somali Al-Shabad.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Corpos de mais três reféns israelitas recuperados no norte da Faixa de Gaza

Hamas deve responder à proposta de Israel nas próximas 48 horas

Familiares de reféns bloqueiam autoestrada em Israel