Última hora

Voluntária italiana sequestrada no Quénia

Voluntária italiana sequestrada no Quénia
Direitos de autor
REUTERS/Stringer
Tamanho do texto Aa Aa

Uma italiana de 23 anos foi sequestrada durante um ataque perpetrado por um grupo de homens armados que fez também cinco feridos no sudeste do Quénia.

Identificada por fontes da polícia local como Silvia Constanca, a voluntária trabalhava para a ONG italiana Africa Milele Onlus, que conduz vários projetos com crianças orfãs.

O ataque teve lugar na localidade de Chakama, na região costeira de Kilifi. Entre os feridos, contam-se 3 menores de idade e dois jovens de 20 e 23 anos, um dos quais está em estado crítico.

É o primeiro sequestro de um estrangeiro no Quénia desde uma série de ataques, há seis anos, atribuídos ao grupo "jihadista" somali Al-Shabad.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.