A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Haiti a ferro e fogo

Haiti a ferro e fogo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os haitianos voltaram a sair para a rua para exigir a demissão do presidente Jovenel Moise, com os protestos a descambar em várias viaturas queimadas e em cenas de violência com a polícia.

Os manifestantes entendem que o chefe de estado não tem feito o suficiente para investigar a à utilização indevida de milhões de dólares do programa Petrocaribe, que permitia ao país adquirir produtos petrolíferos a baixo custo à Venezuela.

Os protestos duram há praticamente uma semana e provocaram já vários mortos. Na quarta-feira, Jovenel Moise dirigiu-se à nação para dizer que não se demitia e apelar ao diálogo, acrescentando que o governo local iria tomar todas as medidas para a paz regressar ao Haiti quanto antes.