Última hora
This content is not available in your region

México vai deportar migrantes na fronteira

euronews_icons_loading
México vai deportar migrantes na fronteira
Tamanho do texto Aa Aa

Fizeram mais de quatro mil quilómetros rumo aos Estados Unidos e querem entrar. Este domingo. a caravana de migrantes da América Central tentou passar à força de Tijuana para SanDiego, mas acabou por ser recebida pela polícia fronteiriça norte-americana com gás lacrimogénio e o fecho temporário da fronteira com o México.

No Twitter, o departamento alfandegário e de proteção da fronteira alega ter agido em conformidade com o risco da situação e para proteger os agentes contra o lançamento de projéteis por parte dos migrantes.

Em resposta aos incidentes, as autoridades mexicanas prometem agora deportar algumas das cerca de 500 pessoas que, de forma alegadamente violenta e ilegal, romperam as barreiras de segurança. A situação está no entanto controlada, dizem.

Mais de sete mil pessoas aguardam poder passar para os Estados Unidos. Para já, do lado do México, não haverá intervenção militar para travar a caravana.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.