Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

México vai deportar migrantes na fronteira

México vai deportar migrantes na fronteira
Tamanho do texto Aa Aa

Fizeram mais de quatro mil quilómetros rumo aos Estados Unidos e querem entrar. Este domingo. a caravana de migrantes da América Central tentou passar à força de Tijuana para SanDiego, mas acabou por ser recebida pela polícia fronteiriça norte-americana com gás lacrimogénio e o fecho temporário da fronteira com o México.

No Twitter, o departamento alfandegário e de proteção da fronteira alega ter agido em conformidade com o risco da situação e para proteger os agentes contra o lançamento de projéteis por parte dos migrantes.

Em resposta aos incidentes, as autoridades mexicanas prometem agora deportar algumas das cerca de 500 pessoas que, de forma alegadamente violenta e ilegal, romperam as barreiras de segurança. A situação está no entanto controlada, dizem.

Mais de sete mil pessoas aguardam poder passar para os Estados Unidos. Para já, do lado do México, não haverá intervenção militar para travar a caravana.