Última hora

14 anos de prisão para autor de atentado contra autocarro do Dortmund

14 anos de prisão para autor de atentado contra autocarro do Dortmund
Direitos de autor
REUTERS/Leon Kuegeler
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Procuradoria pedia prisão perpétua. A sentença que se conheceu esta terça-feira foi de 14 anos de cadeia para o autor do ataque ao autocarro do clube de futebol alemão Borussia Dortmund, em abril do ano passado.

O homem de 28 anos, identificado como Sergei Wenergold, foi considerado culpado de 28 tentativas de homicídio pelo tribunal estadual de Dortmund.

Pretendia, ao que tudo indica, provocar uma queda nas ações do clube na bolsa, em que tinha investido, e contava enriquecer com a especulação.

O caso remonta a 11 de abril de 2017, altura em que três explosões atingiram o autocarro da equipa alemã quando se dirigia para o estádio onde tinha encontro marcado com o Mónaco num duelo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Duas pessoas ficaram feridas. Um polícia e o jogador espanhol Marc Bartra. Teve de ser hospitalizado e esteve em repouso durante algum tempo. Outros jogadores tiveram de receber apoio psicológico.

Serguei Wenergold trabalhava como eletricista e, de acordo com a Procuradoria, ganhava 3.900 euros mensais. Tinha investido 44.300 euros contando beneficiar com a queda das ações do clube, o único da Bundesliga cotado em bolsa.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.