A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Argentina recebe líderes mundiais para G20

Argentina recebe líderes mundiais para G20
Direitos de autor
REUTERS/Andreas Rinke
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A capital Argentina é o ponto de encontro de vários líderes mundiais. Durante dois dias Buenos Aires acolhe a cimeira dos países do G20.

Espera-se que as tensões comerciais globais alimentadas por Donald Trump sejam o tópico dominante.

O Presidente norte-americano impôs tarifas de mais de 250 biliões de dólares nas importações chinesas.

Uma situação que agrada a Trump.

"Acho que estamos muito perto de fazer algo com a China, mas não sei se quero fazê-lo porque o que temos agora são milhares de milhões de dólares a chegar aos Estados Unidos na forma de tarifas ou impostos. Então, realmente, não sei. Mas digo-lhe que acho que a China quer um acordo. Estou aberto a fazer um acordo, mas, francamente, eu gosto do acordo que temos agora," afirmou o Presidente dos EUA, Donald Trump.

Entretanto, numa referência à situação entre Rússia e Ucrânia, o Presidente Trump confirmou via tweet que não se encontrará com o Presidente russo, Vladimir Putin.

Contudo, uma fonte russa disse que a reunião do G20 entre Putin e Trump é "irreversível".

Além de discutirem o comércio, a migração e as mudanças climáticas, os líderes terão de lidar com a presença do príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, apesar do príncipe já ter dito que não teve conhecimento prévio do assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, no consulado saudita em Istambul, no mês passado.

Tal como outros líderes mundiais, o Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, chegaram cedo e encontraram-se com o Presidente da Argentina, Mauricio Macri, para conversações.