Última hora

Última hora

G20: temas colaterais ofuscam comércio

G20: temas colaterais ofuscam comércio
@ Copyright :
REUTERS / Kevin Lamarque
Tamanho do texto Aa Aa

No primeiro dia da cimeira G20, na Argentina, só sorrisos na foto de família.

Entretanto, os mercados financeiros estão interessados ​​em ver qual será o resultado das conversações entre o presidente norte-americano, Donald Trump, e o presidente chinês, Xi Jinping.

O repórter da Euronews, Vincent McAviney, está em Buenos Aires:

“O primeiro dia da cimeira do G20 deste ano, aqui em Buenos Aires, foi bastante incomum. A divisão entre os líderes ficou clara, já que Donald Trump nos últimos dois anos incrementou a guerra comercial com a China.

O comércio devia ser o principal tema de conversa, mas as questões colaterais infiltraram-se. Dois homens vieram para cá com um estatuto um tanto perverso. O presidente russo, Vladimir Putin, as ações na Ucrânia e o envenenamento de Salisbury no começo do ano não se esquecem, e também o príncipe herdeiro saudita e as suas ligações com o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi. Os dois homens cumprimentaram-se calorosamente quando se viram, mas outros líderes foram um pouco relutantes em chegar perto demais deles.

Theresa May teve um encontro bilateral com o príncipe herdeiro esta noite, nas imagens May parece bastante tensa. Ela foi realmente dura com o príncipe herdeiro saudita e disse que era basicamente inaceitável o que ele tinha feito. Ela disse que, agora, a Arábia Saudita precisa de construir a confiança com ações e que um incidente tão deplorável não pode voltar a acontecer. Também disse que uma investigação adequada deve ser feita e que as autoridades devem trabalhar com investigadores turcos. Foi uma declaração incrivelmente dura de um aliado tão próximo da Arábia Saudita.

No segundo dia da cimeira todos vão estar atentos a que mais irá acontecer com o príncipe herdeiro, mas também se o presidente Trump se encontrará ou não com o presidente Putin. O encontro foi agendado mas foi cancelado. Há mensagens contraditórias sobre isso e sobre todas as reuniões importantes entre o presidente Trump e o presidente Xi Jinping. Se eles vão ou não fechar um acordo comercial depois de meses a colocarem tarifas um sobre o outro, vamos ver.

Definitivamente, vai ser um fim de semana interessante para os líderes mundiais presentes em Buenos Aires. Vincent McAviney, Euronews."