Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Provedora reitera crítica à nomeação de Selmayr

 Provedora reitera crítica à nomeação de Selmayr
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Provedora de Justiça Europeia, Emily O’Reilly, reiterou, terça-feira, que a Comissão Europeia não respeitou, totalmente, as regras no processo de nomeação de Martin Selmayr como secretário-geral, em fevereiro de 2018.

"A nomeação de Selmayr não seguiu a legislação da União Europeia e não seguiu as próprias regras da Comissão", disse Emily O’Reilly, em reação às mais recentes explicações dadas pela Comissão Europeia sobre a nomeação do burocrata alemão.

No inquérito que realizou, e cujos resultados foram divulgados há três meses, a Provedora de Justiça Europeia considerou que houve uma manipulação das regras para nomear Martin Selmayr o mais rapidamente possível, sem dar hipótese a outros candidatos de se apresentarem.

Esta apreciação indignou o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, já que está em causa o seu ex-chefe de gabinete que assumiu, na altura, o mais alto posto na carreira de serviço público europeu.