EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Merkel diz que ninguém está disponível para alterar acordo do Brexit

Merkel diz que ninguém está disponível para alterar acordo do Brexit
Direitos de autor REUTERS/Vincent Kessler
Direitos de autor REUTERS/Vincent Kessler
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nenhum dos 27 Estados-membros que vão continuar na União Europeia está disponível para modificar o acordo alcançado entre Bruxelas e o Reino Unido. A chanceler alemã, Angela Merkel, deixou-o bem claro no Parlamento Alemão.

PUBLICIDADE

Nenhum dos 27 Estados-membros que vão continuar na União Europeia está disponível para modificar o acordo alcançado entre Bruxelas e o Reino Unido.

A chanceler alemã, Angela Merkel, deixou-o bem claro no Parlamento Alemão. "Não temos qualquer intenção de mudar o acordo de saída. Esta é a posição geral dos 27 Estados-Membros. Portanto, é improvável que saia destes debates qualquer tipo de alteração".

A Euronews perguntou aos deputados europeus, em Estrasburgo, se lhes parecia viável haver alterações ao acordo do Brexit, tendo em conta a crise política no Reino Unido.

Sobre a questão da fronteira irlandesa, o deputado Jan Zahradil responde assim: "Talvez possa haver um protocolo ou explicações adicionais, ou verificações, algo desse género, mas não acredito muito que haja algumas concessões feitas diretamente no acordo".

A deputada portuguesa Ana Gomes também descarta quaisquer concessões: "Não há um acordo melhor. Por isso, a solução democrática seria devolver o voto às pessoas, para que houvesse um segundo referendo".

A deputada alemã Rebecca Harms tem uma esperança: "Espero que os cidadãos britânicos reconheçam que as nossas portas estão abertas e que será melhor ficar e recuperar o controlo político juntamente com todos os Estados europeus".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

May pede ajuda para salvar Brexit na cimeira da UE

Brexit "invade" agenda da cimeira da União Europeia

Paris impõe estado de emergência na Nova Caledónia. Habitantes temem pela escassez de alimentos