A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Guardiões da Energia" protegem ambiente nas escolas da Europa Central

"Guardiões da Energia" protegem ambiente nas escolas da Europa Central
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na sala de aulas de uma escola em Szolnok, na Hungria, fala-se de soluções inteligentes. Tal como a matemática, a poupança energética pode ser ensinada. Os “guardiões de energia” juniores são peritos e a sua missão é identificar o desperdício de energia

Hoje, Szilvia Zsiros e um grupo de "guardiões" de cinco escolas de Szolnok têm uma aula sobre "medidores inteligentes", uma formação que faz parte do projecto "energy@school", apoiado pela política da Coesão da União Europeia.

"Eu gostava muito de proteger a Terra porque ouvimos muitas más notícias na televisão. Em muitas cidades há desperdício e poluição. Então, se eu puder ajudar, eu ajudo com prazer!

A formação é divertida e termina com um questionário. Os alunos têm de explicar, por exemplo, a definição de gases com efeito estufa, ou saber que na Hungria, entre os 4,4 milhões de domicílios, mais de metade precisam de fazer esforços na área da eficiência energética.

O projeto "energy@school" funciona em 41 escolas em 7 países da Europa Central.

Na Hungria funciona em 7 escolas. O orçamento total do programa ultrapassa os 2,5 milhões de euros e 2,1 milhões são financiados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Em Szolnok o programa está a começar, mas em Újszilvás funciona há dois anos. Antes de 2010, o custo energético da escola representava a principal despesa do Município. Uma auditoria energética, que faz parte do projeto, permitiu que esta vila de 2.800 habitantes investisse na escola, por exemplo, na instalação de janelas com vidros duplos.

A Câmara Municipal conta com uma redução da conta de energia da escola em cerca de 30%. O edifício tem agora painéis solares e um sistema geotérmico.

Não se trata apenas de medidas específicas e cursos teóricos. É preciso ter consciência do problema. Os " guardiões seniores", dois professores da escola, são responsáveis por espalhar a mensagem. Um deles é Szilvia Dömök.

_"Uma parte importante da formação é trazê-los para o parque solar, para explicar como os painéis solares funcionam e qual é o seu papel na vida da nossa comunidade. É importante para que possam passar essa informação às suas famílias e a outras crianças".
_