A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

As melhores escolas de teatro e dança na Rússia

As melhores escolas de teatro e dança na Rússia
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Da dança, à música e ao teatro, a Rússia é uma referência na história das artes.

O país de Stanislavski

O Instituto de Artes Teatrais, em Moscovo, conhecido como Gitis, recebe estudantes de vários países do mundo.

A euronews falou com Theodosis Skarvelis, da Grécia, um país que deu ao mundo as formas dramáticas da tragédia e da comédia. Hoje, o jovem grego prefere explorar a abordagem de Stanislavski, encenador russo da primeira metade do século XX.

"Por mais surpreendente que pareça, o Gitis é muito conhecido na Grécia. Muitos atores gregos estudaram no Gitis e eu também decidi estudar aqui", contou Theodosis Skarvelis.

O teatro para além da palavra

O estudante grego vive há dois anos em Moscovo, já fala russo e quer ser encenador.

"O teatro não gira só em torno do texto. Há a emoção e o movimento. Nem tudo se expressa através das palavras. Na verdade, penso que terei o mesmo problema com atores gregos ao nível da comunicação", acrescentou o estudante grego.

2019 será o ano do teatro na Rússia. O país vai acolher várias companhias estrangeiras. Para o diretor da escola, o teatro é uma ponte entre culturas.

"No teatro, encontramos sempre uma língua comum a todos, apesar dos eventos políticos internacionais. Dez por cento dos nossos estudantes são estrangeiros. Espero que depois de terminarem os estudos, não sejam vistos como agentes secretos russos, mas como agentes da cultura russa no estrangeiro", disse o diretor do instituto, Grigory Zaslavsiy.

Academia Vaganova acolhe estudantes estrangeiros

A euronews esteve também em São Petersburgo, numa das escolas de Bailado mais prestigiadas do mundo que recebe estudantes de vários países.

Fundada em 1738, a Academia Vaganova seguia inicialmente os estilos de ballet francês e italiano, mas, rapidamente, estabeleceu as bases do ballet russo.

"Muitos bailarinos notáveis de toda a Europa tiveram a honra de estudar na nossa academia, que é o centro de toda a cultura russa", contou Nikolai Tsiskaridze, diretor da Academia de Ballet Vaganova.

Ulanova, Nijinsky, Baryshnikov são algumas das grandes estrelas formadas na academia que recebe também muitos estudantes estrangeiros. As provas de entrada são extremamente exigentes.

"Há 280 anos que as crianças são admitidas nesta academia exclusivamente com base no talento. Nós identificamos diretamente algumas crianças talentosas, outras mandam-nos vídeos", acrescentou o diretor.

Os estudantes estrangeiros podem encontrar toda a informação sobre as universidades russas na internet. Existem plataformas que permitem o acesso fácil e rápido às 500 universidades do país.