Bolsonaro desmente filho acerca da pena de morte

Bolsonaro desmente filho acerca da pena de morte
Direitos de autor REUTERS/Adriano Machado
De  Rodrigo Barbosa com AFP / EFE
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente-eleito desmente que pena de morte seja debatida durante o mandato, desmentido declarações do filho Eduardo Bolsonaro

PUBLICIDADE

Jair Bolsonaro descartou que o debate sobre a pena de morte faça parte da agenda durante o mandato como chefe de Estado.

O presidente-eleito do Brasil contradiz assim as declarações do próprio filho, Eduardo Bolsonaro, que em entrevista ao jornal O Globo, defendeu que o Congresso brasileiro deveria discutir, já no primeiro ano de governo do pai, uma alteração constitucional para permitir o restabelecimento da pena capital, nomeadamente para traficantes de drogas.

Jair Bolsonaro apressou-se a desmentir as afirmações do filho, tanto em entrevista ao próprio Globo, como através do Twitter.

O presidente-eleito do Brasil protagonizou também este domingo outra controvérsia além fronteiras, afirmando que "regimes que violam as liberdades dos seus povos" não estarão representados na sua investidura a 1 de janeiro, depois da sua equipa ter anunciado que não tinha convidado o presidente venezuelano Nicolás Maduro. Caracas garante que Maduro foi convidado, mas "jamais" penso estar presente.

Editor de vídeo • Rodrigo Barbosa

Outras fontes • O Globo

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Bloco da latinha": este desfile de Carnaval ouve-se muito antes de se ver

Escolas de samba já desfilam no Brasil

Desastre ambiental no sul do Brasil