EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Polícia faz duas detenções no caso dos drones em Gatwick

Polícia faz duas detenções no caso dos drones em Gatwick
Direitos de autor REUTERS/TOBY MELVILLE
Direitos de autor REUTERS/TOBY MELVILLE
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A perturbação em centenas de voos condicionou milhares de passageiros em viagem na época de Natal.

PUBLICIDADE

A polícia do Reino Unido deteve esta sexta-feira à noite duas pessoas suspeitas de uso criminoso de drone no caso do aeroporto de Gatwick.

O segundo maior aeroporto do Reino Unido ficou completamente encerrado na quinta-feira, obrigando a anular 760 voos, depois da deteção de um destes aparelhos na noite anterior. As detenções foram confirmadas pela Polícia de Sussex através de uma mensagem no Twitter.

As autoridades adiantaram também que vão prosseguir as investigações e apelaram aos cidadãos para contactarem a polícia caso tenham mais informações.

A paragem teve ainda reflexos na sexta-feira, com 155 voos cancelados e mais de 120 mil passageiros afetados em trânsito nesta época de Natal, apesar da reabertura ao público.

Pouco mais de 11 horas depois de ter retomado a atividade na sexta-feira, o aeroporto de Gatwick voltou a ser alvo daquilo que a polícia classificou como “um ato deliberado” com recurso a estes aparelhos de controlo remoto.

O primeiro deles, de tipo industrial, foi detetado na quarta-feira pelas 21:30 e, desde então, a atividade aérea manteve-se suspensa até às 06:30 de sexta-feira.

No Reino Unido, o uso de drones nas proximidades de aeroportos é punível com pena de prisão até cinco anos.

Outras fontes • LUSA / Reuters

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham

Jovem de 13 anos morre após ataque com espada em Londres

Sunak anuncia: voos de deportação do Reino Unido para o Ruanda devem começar dentro de poucos meses