Última hora

Coreias celebram religação ferroviária e rodoviária

Coreias celebram religação ferroviária e rodoviária
Direitos de autor
Korea Pool / Newsis via AP
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um comboio ligou esta quarta-feira a capital sul-coreana, Seul, à cidade fronteiriça norte-coreana de Kaesong, com uma delegação de altos funcionários a bordo.

Uma viagem carregada de simbolismo, que teve como ponto alto a paragem na gare de Panmun, para a cerimónia de inauguração do projeto de religação das redes ferroviárias e rodoviárias das duas Coreias, no ano em que se assinalam sete décadas de divisão da península.

Um ato de reconciliação entre dois países tecnicamente ainda em guerra e que decorreu apesar do impasse nas negociações sobre o programa nuclear norte-coreano.

Seul precisou, no entanto, que o arranque propriamente dito dos trabalhos de religação e modernização das linhas de caminhos-de-ferro e estradas dependerá das discussões entre Pyongyang e Washington acerca do arsenal atómico do regime de Kim Jong-Un.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.