This content is not available in your region

Continuam os protestos em Kerala

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Continuam os protestos em Kerala

Perto de 1500 pessoas foram detidas nos protestos no estado de Kerala, no sul da Índia.

As autoridades locais não conseguem travar a onda de violência por causa da entrada de duas mulheres em idade fértil no templo hindu de Sabarimala.

Nos protestos ficaram feridas dezenas de pessoas.

Esta quarta-feira, as duas mulheres com menos de 50 anos entraram no santuário escoltadas por polícias. São as primeiras desde que o Supremo Tribunal suspendeu a proibição de entrada a mulheres entre 10 e os 50 anos, consideradas “impuras” por estarem em idade de menstruar.

O chefe do governo de Kerala lamenta a onda de violência e sublinha que tem a responsabilidade de implementar a decisão histórica do Supremo Tribunal.