A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Campanha de crowdfunding para ajudar ex-pugilista que agrediu polícias

Campanha de crowdfunding para ajudar ex-pugilista que agrediu polícias
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Acabaram-se os donativos para o ex-pugilista que agrediu dois polícias durante as manifestações dos coletes amarelos do último sábado, em Paris.

A plataforma de crowdfunding decidiu não aceitar mais donativos para ajudar Christophe Dettinger, que se entregou na segunda-feira à polícia. Até terça-feira de manhã, já tinham sido doados 117 mil euros.

A ministra do Trabalho, Muriel Penicaud, mostrou-se indignada com os donativos: "Como é que eles podem dizer às crianças e aos jovens que a violência é um exemplo? Devemos dar dinheiro para a violência? Devo admitir que como alguém que acredita nos valores da República, não posso entender, nem aceitar isso. Entristece-me!".

Num vídeo divulgado na segunda-feira, o ex-campeão de boxe tenta justificar as agressões aos elementos da polícia de choque dizendo que a fúria se apoderou dele, depois de ter sido atingido, juntamente com a mulher e um amigo por gás lacrimogéneo.

O denominado oitavo ato dos "coletes amarelos", em França, contou com 50 mil participantes, um número recorde de manifestantes.