Última hora

Última hora

Djokovic: "Desejo o melhor a Murray"

Djokovic: "Desejo o melhor a Murray"
Tamanho do texto Aa Aa

É um dos grandes do ténis mundial e o anúncio de que está prestes a colocar um ponto final na carreira não podia deixar de provocar inúmeras reações.

Em vésperas do Open da Austrália, Andy Murray, de 31 anos, num discurso muito emocionado, declarou que a lesão na anca direita se tornou incomportável e que, portanto, tudo terminará até Wimbledon, em julho.

"É um grande campeão. É um amigo. Cresci com ele. Conhecemo-nos desde os 11, 12 anos. Já fomos adversários. Tivemos jogos épicos pelo mundo inteiro. Por isso, é triste saber que este pode ser o seu último Open da Austrália. Desejo-lhe o melhor. Ele tem duas filhas. Tem muita coisa boa na vida", afirmou Novak Djokovic, um dos seus eternos rivais.

Mas ainda há muito por jogar. Esta segunda-feira, o britânico enfrenta o espanhol Roberto Bautista Agut.