Roberto Bautista-Agut trava esforço épico de Andy Murray

Roberto Bautista-Agut trava esforço épico de Andy Murray
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O tenista espanhol eliminou o antigo número um do mundo, que anunciou recentemente que 2019 será mesmo o seu último ano da carreira.

PUBLICIDADE

O britânico Andy Murray, ex-número 1 mundial e atual 229.º do ‘ranking’ mundial, foi hoje eliminado na ronda inaugural do Open da Austrália em ténis, primeiro ‘Grand Slam’ do ano, ao perder com o espanhol Roberto Bautista-Agut.

Numa batalha com mais de quatro horas (4h09m), Murray teve o apoio do público, mas não as forças necessárias para bater o número 24 do mundo, acabando por perder em cinco sets, com os parciais de 6-4, 6-4, 6-7, 6-7 e 6-2.

A lesão na anca que levou o antigo líder do ranking mundial a anunciar o fim da carreira em 2019 vai levá-lo a uma nova operação, desconhecendo-se ainda a capacidade de recuperação que poderá ter para voltar a competir.

O sonho de Murray é resistir um pouco mais e adiar a despedida até o torneio de Wimbledon.

Com 31 anos, o escocês conta no seu currículo com três títulos do ‘Grand Slam’, dois em Wimbledon (2013 e 2016) e um no Open dos Estados Unidos (2012), e é o bicampeão olímpico em título, face aos ouros de Londres (2012) e do Rio de Janeiro (2016).

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

João Sousa despede-se do ténis profissional no Estoril Open

Tenista italiano Jannik Sinner vence Open da Austrália depois de derrotar o russo Daniil Medvedev

Sinner derrota Djokovic e enfrenta Medvedev na final do Open da Austrália