Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Economia alemã desacelera mas evita recessão

Economia alemã desacelera mas evita recessão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A maior economia da Europa registou, em 2018, a "pior prestação dos últimos cinco anos" mas, ainda assim, a Alemanha pode felicitar-se de um nono ano consecutivo de crescimento e de um novo recorde no excedente orçamental.

Tal como apontavam as estimativas, a economia alemã desacelerou no ano passado, com um aumento de apenas 1,5 por cento do produto interno bruto, contra os 2,2 por cento registados em 2016 e 2017. Mas o país escapou às previsões mais sombrias, evitando nomeadamente uma "recessão técnica" no fim do ano, caso se tivessem registado dois trimestres consecutivos de recuo no PIB.

Campeã do rigor orçamental face aos parceiros europeus, a Alemanha viu crescer, em 2018, as contas públicas em 59,2 mil milhões de euros, cerca de 1,7 por cento do PIB, o que representa um novo record e desde a reunificação do país em 1990.