Rússia assinala 75° aniversário do Cerco de Leninegrado com parada militar

Rússia assinala 75° aniversário do Cerco de Leninegrado com parada militar
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vladimir Putin, natural de São Petersburgo, não assistiu à parada militar. O presidente russo, que perdeu um irmão durante o cerco, depositou flores no Cemitério Memorial de Piskaryovskoye.

PUBLICIDADE

A Rússia assinalou o 75° aniversário do fim do cerco das forças nazis a Leninegrado, atual São Petersburgo, com uma parada militar, na cidade.

O desfile contou com mais de 2.500 militares, carros blindados, tanques e sistemas de mísseis antiaéreos e táticos.

Presentes, estiveram representantes dos vários ramos das Forças Armadas da Rússia.

Vladimir Putin, natural de São Petersburgo, não assistiu à parada militar. O presidente russo, que perdeu um irmão durante o cerco, depositou flores no Cemitério Memorial de Piskaryovskoye.

Aqui estão sepultados milhares de soldados e civis que morreram a defender a cidade aquando do cerco das forças da Alemanha Nazi.

Este foi um dos mais sangrentos episódios da II Guerra Mundial.

O cerco à segunda cidade da então União Soviética prolongou-se por mais de dois anos e quatro meses, de 8 de setembro de 1941 a 27 de janeiro de 1944, e custou a vida a mais de meio milhão de pessoas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Lenine instala-se em cidade alemã

Rússia aborta lançamento do foguetão Angara-A5 a minutos da descolagem

Rússia e Cazaquistão vivem "piores cheias em décadas"