Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"Brexit": Barnier diz que Londres precisa de se "mover"

"Brexit": Barnier diz que Londres precisa de se "mover"
Tamanho do texto Aa Aa

O negociador-chefe da União Europeia para o "Brexit" apelou esta segunda-feira ao "movimento" do Reino Unido de forma a afastar o cenário de uma saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo.

De visita ao Luxemburgo, Michel Barnier classificou de "interessante" a carta enviada pelo líder do Partido Trabalhista britânico: "Considerei a carta de Jeremy Corbyn interessante - em relação ao tom usado e à substância. Ouvi a própria primeira-ministra britânica dizer que queria abrir o diálogo com a oposição. É tudo o que posso dizer. Precisamos de clareza ou de movimento do lado britânico."

O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, disse que "não se pode culpar os 27 pelo não acordo" e acrescentou que a responsabilidade continua em Londres: "Não haverá vencedores. O 'Brexit' só dará perdedores. No caso de um não acordo temos de perceber que perderemos ainda mais, de ambos os lados."

O líder do partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse que apoiaria o acordo de divórcio mediante certas condições, entre elas a de uma união aduaneira com a União Europeia.

Theresa May descarta essa opção mas quer manter o diálogo. E a contagem para o "Dia D" prossegue, cada vez mais curta.