A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Brexit": Barnier diz que Londres precisa de se "mover"

"Brexit": Barnier diz que Londres precisa de se "mover"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O negociador-chefe da União Europeia para o "Brexit" apelou esta segunda-feira ao "movimento" do Reino Unido de forma a afastar o cenário de uma saída do Reino Unido da União Europeia sem acordo.

De visita ao Luxemburgo, Michel Barnier classificou de "interessante" a carta enviada pelo líder do Partido Trabalhista britânico: "Considerei a carta de Jeremy Corbyn interessante - em relação ao tom usado e à substância. Ouvi a própria primeira-ministra britânica dizer que queria abrir o diálogo com a oposição. É tudo o que posso dizer. Precisamos de clareza ou de movimento do lado britânico."

O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel, disse que "não se pode culpar os 27 pelo não acordo" e acrescentou que a responsabilidade continua em Londres: "Não haverá vencedores. O 'Brexit' só dará perdedores. No caso de um não acordo temos de perceber que perderemos ainda mais, de ambos os lados."

O líder do partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, disse que apoiaria o acordo de divórcio mediante certas condições, entre elas a de uma união aduaneira com a União Europeia.

Theresa May descarta essa opção mas quer manter o diálogo. E a contagem para o "Dia D" prossegue, cada vez mais curta.