Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Governo de Erdogan vende legumes a metade do preço para combater inflação

Governo de Erdogan vende legumes a metade do preço para combater inflação
Tamanho do texto Aa Aa

O Governo turco criou mercados de fruta e de legumes, com preços mais baratos, para combater a inflação.

Num dos mercados, em Istambul, centenas de pessoas fazem fila, todos os dias, para poderem comprar os produtos, a cerca de metade do preço praticado nas lojas convencionais.

No último ano, os preços de frutas e legumes sofreram uma escalada de 31%. O presidente turco, Recep Tayyip, falou, já, em "terrorismo alimentar".

Os consumidores aplaudem a iniciativa das autoridades pois, com a escalada do preços dos bens essenciais, é difícil, como diz um reformado no local, chegar ao final do mês. O ancião espera que assim, "os comerciantes aprendam uma lição".

A menos de dois meses de eleições locais, há quem desconfie das intenções do Governo.

"As vendas da Câmara vão continuar por um certo período. Depois das eleições, vão parar. Por quê? Porque eles fazem isso para ganhar votos e atrair pessoas", afirmou o vendedor de vegetais Erkan.

Erdogan garantiu que a iniciativa vai estender-se, também, a produtos de limpeza e leguminosas como lentilhas e arroz.

São cerca de 50 postos de venda em Istambul e Ancara, o que leva os críticos a afirmar que a medida terá pouco impacto na inflação nacional.