Última hora
This content is not available in your region

Angola vê com interesse um canal lusófono internacional

Angola vê com interesse um canal lusófono internacional
Tamanho do texto Aa Aa

Angola vê com bons olhos a criação de um canal lusófono internacional ao nível da CPLP. A indicação foi dada pelo ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto, em entrevista exclusiva à Euronews.

O chefe da diplomacia Angola referiu que "a comunicação entre povos é fundamental, especialmente quando falam a mesma língua. Através dessa comunicação poderemos estar a par sobre o que cada um de nós faz e descobrir até oportunidades ou debilidades que podem ser depois objeto de empenho das autoridades e das respetivas sociedades civis para tornar a comunidade mais harmoniosa".

Manuel Domingos Augusto explicou que "a questão financeira seria o grande constrangimento. Nem todos temos as mesmas possibilidades mas penso que quando há vontade política, grandes ideias, o dinheiro aparecerá porque podemos fazer interessar outros parceiros que tenham interesse nos nossos países, que possam vir a trabalhar connosco nesse sentido".

Em janeiro, a ideia de um canal de televisão lusófono foi referenciada pelo deputado português Jorge Lacão, à margem dos trabalhos da VIII Assembleia Parlamentar da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (AP-CPLP), que decorreu na capital de Cabo Verde, Praia.

O canal lusófono, explicou, seria "partilhado pelos vários canais de televisão dos vários países, com uma dimensão à escala planetária".

A ambição da CPLP em criar um canal de televisão internacional e já existe há pelo menos 12 anos, mas nunca saiu do papel.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.