EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Reino Unido: Partido Trabalhista perde sete deputados

Reino Unido: Partido Trabalhista perde sete deputados
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os sete deputados demissionários formaram um grupo independente na Câmara dos Comuns

PUBLICIDADE

Sete deputados demitiram-se esta segunda-feira do Partido Trabalhista britânico.

Os sete deputados da oposição justificaram a decisão com o posicionamento do líder trabalhista Jeremy Corbyn perante o Brexit e o anti-semitismo.

Os sete deputados formam agora um grupo independente no parlamento britânico. A antiga deputada trabalhista, Luciana Berger, denunciou o anti-semitismo presente no partido.

"Os valores que defendo constituem aquilo que sou. Estes valores têm sido consistentemente violados, minados e atacados. O partido trabalhista recusa-se a colocar os meus constituintes e o nosso país acima dos interesses do partido. Não posso continuar num partido que, acabo por concluir, é institucionalmente anti-semítico" disse a antiga deputada trabalhista, Luciana Berger.

"Estou furioso porque a liderança dos Trabalhistas é complícita com o Brexit que vai causar enormes danos sociais, económicos e políticos ao nosso país. Jeremy Corbyn e os seus aliados estão errados no que toca a muitas questões internacionais; da Rússia à Síria até à Venezuela. Um governo trabalhista de Corbyn ameaça a nossa segurança nacional e alianças internacionais", afirmou Mike Gapes, outro dos sete deputados que abandonaram a oposição para formar um grupo independente no parlamento britânico.

O líder trabalhista, Jeremy Corbyn, também reagiu ao anúncio manifestando estar desapontado que os deputados não continuem a trabalhar para realizar as políticas definidas nas eleições de 2017.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Partido Trabalhista investigado por alegado antissemitismo

Trabalhistas britânicos divididos sobre futuro do 'Brexit'

William apareceu sem Kate na "Garden Party" de verão do Palácio de Buckingham