Última hora
This content is not available in your region

Charutos cubanos com faturações recorde

Charutos cubanos com faturações recorde
Tamanho do texto Aa Aa

São números surpreendentes tendo em conta as leis antitabaco e o aumento constante dos imposto.

As vendas dos charutos cubanos crescerem o ano passado e atingiram faturações recorde na história da empresa

José María López, vice-presidente da Habanos, sublinhou os resultados.

"2018 foi mais uma vez um ótimo ano para a Habanos. Registámos um crescimento de 7% em relação a 2017 e alcançámos os 537 milhões de dólares, o que é um recorde absoluto na história da empresa. Outra boa notícia é que o crescimento aconteceu em todas os diferentes mercados regionais".

Em 2018, a China superou a França e tornou-se no segundo maior consumidor mundial de charutos puros cubanos.

No primeiro lugar, continua a Espanha.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.