Última hora

Última hora

Cimeira no Vaticano: Vítimas de abusos sexuais marcam presença

Cimeira no Vaticano: Vítimas de abusos sexuais marcam presença
Tamanho do texto Aa Aa

Continua a cimeira no Vaticano sobre a questão dos abusos sexuais dentro da Igreja Católica. Os líderes religiosos reúnem-se neste encontro inédito para denunciar, discutir e encontrar possíveis soluções para o problema. O Papa Francisco está empenhado no caso e já pediu ações concretas para combater a pedofilia.

"Os arquivos que podiam ter documentado os atos terríveis e nomeado os responsáveis foram destruídos, ou nem sequer foram criados. Em vez dos autores dos crimes, foram as vítimas que foram regulamentadas e obrigadas a guardar silêncio. Os procedimentos e processos estipulados para o julgamento de crimes não foram cumpridos de forma deliberada. Foram cancelados ou anulados", disse o responsável da Igreja Católica alemão.

Aproximadamente 300 sobreviventes e vítimas de abusos por parte de membros do clero foram até às principais ruas de Roma e marcharam em direção ao Castelo de Sant'Angelo, não muito longe do Vaticano. Pedem tolerância zero e o fim do encobrimento no que toca a abusos sexuais. A cimeira termina este domingo.