Venezuela fecha escritório da petrolífera estatal em Lisboa

Venezuela fecha escritório da petrolífera estatal em Lisboa
Direitos de autor REUTERS/Maxim Shemetov
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A representação da companhia na Europa vai ser transferida para Moscovo

PUBLICIDADE

A Venezuela vai transferir para Moscovo os escritórios da petrolífera estatal na Europa.

Atualmente na Avenida da Liberdade, em Lisboa, os escritórios estão listados nas páginas amarelas em Portugal, mas não há sobre estes qualquer referência no site da Petróleos da Venezuela.

Anúncio feito no final de uma reunião com o ministro russo dos Negócios Estrangeiros.

"O presidente Nicólas Maduro ordenou que o escritório da Pe tróleos da Venezuela na Europa, que se encontra em Lisboa, seja transferido para Moscovo", disse a vice-presidente venezuelana Delcy Rodriguez.

Serguey Lavrov aproveitou o momento para publicamente fazer a defesa da Venezuela. "Coordenamos as nossas ações na arena internacional, o que ganha especial importância agora que a Venezuela enfrenta um ataque frontal e uma intervenção sem vergonha nos seus assuntos internos," disse o chefe da diplomacia russa, garantindo que vão opor-se a "estas tentativas, defendendo os ideais, as normas e os princípios da ONU".

À semelhança de outros países, Portugal congelou os bens da Venezuela. A vice-presidente de Maduro acusa a Europa de não respeitar os ativos venezuelanos.

Delcy Rodriguez afirma que os países capitalistas violam as própias leis ao congelar os bens da Venezuela em bancos ocidentais.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Juan Guaidó não teme ameaças de Maduro e planeia retornar à Venezuela

Lisboa e Lima contra intervenção militar na Venezuela

Ucrânia receia grande avanço russo no próximo verão