A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Fidesz retira polémicos cartazes contra Juncker

Fidesz retira polémicos cartazes contra Juncker
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Fidesz faz marcha atrás e vai retirar os cartazes anti-Bruxelas que atacam o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

A decisão do partido do primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán surge depois de 12 formações políticas que integram o Partido Popular Europeu terem pedido a expulsão ou suspensão do Fidesz do grupo parlamentar.

O partido ultranacionalista húngaro já revelou que os cartazes vão ser substituídos na próxima semana por outros com medidas para aumentar a taxa de natalidade.