Protestos dos coletes amarelos perdem força

Protestos dos coletes amarelos perdem força
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Este sábado registou-se a adesão mais fraca desde que começaram os protestos, em novembro de 2018.

PUBLICIDADE

Os protestos dos coletes amarelos em França registaram este sábado a adesão mais fraca desde o início no passado mês de novembro.

Segundo as autoridades gaulesas, o número de manifestantes em todo o país nem chegou aos 30 mil, mais concretamente 28.600.

Apesar de a polícia ter recorrido a canhões de água e gás lacrimogéneo em algumas cidades, como Paris ou Lille para dispersar os manifestantes, este foi também um dia mais calmo e sem registo de feridos.

O enfraquecimento do movimento de protesto que agitou o país acontece a poucos dias do fim do Grande Debate Nacional, a resposta política do presidente Emmanuel Macron à contestação lançada no passado mês de janeiro.

No entanto, os responsáveis dos 'gillets jaunes' - como são designados em França - prometem uma grande mobilização para o próximo sábado.

A expectativa do movimento é conseguir recuperar o impacto inicial para fazer um derradeiro ultimato ao presidente Emmanuel Macron e ao governo de Édouard Phillipe.

Outras fontes • Le Monde / Reuters

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Coletes amarelos" perdem fulgor mas não baixam os braços

Agricultores espanhóis bloqueiam estradas e autoestradas com tratores, pneus e ramos de árvores

As razões da cólera dos agricultores franceses