Última hora

Última hora

Temporal faz 12 mortos em São Paulo

Temporal faz 12 mortos em São Paulo
@ Copyright :
REUTERS/Amanda Perobelli
Tamanho do texto Aa Aa

As fortes chuvas que atingiram o estado brasileiro de São Paulo desde a noite de domingo causaram inundações e deslizamentos de terras que fizeram pelo menos 12 mortos e seis feridos, informou o governo estadual num balanço transmitido à imprensa brasileira.

A precipitação que se abateu sobre a região - que atingiu cerca de 90% da previsão para todo o mês de março - surpreendeu a população, que viu inúmeras ruas transformarem-se em rios.

Estradas cortadas, autocarros bloqueados, automóveis submersos, dezenas de árvores caídas e pessoas presas a aguardar por assistência dos bombeiros - um cenário que levou as autoridades a decretar o estado de alerta.

Várias zonas do estado ficaram inacessíveis e a forma mais fácil de circular passou a ser por botes insufláveis, sobretudo depois de o Rio Tietê ter transbordado.

Os estragos estão já bem à vista e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) estima prejuízos superiores a 10 milhões de euros (mais de 45 milhões de reais).

De acordo com informação divulgada hoje pela FecomercioSP na sua página da Internet, o valor estimado representa 0,2% da faturação total do mês de março nas regiões atingidas pelas chuvas e pelos alagamentos entre a noite de domingo e a madrugada de hoje.

Para dar resposta à emergência, a Prefeitura de São Paulo decidiu criar um comité de crise para gerir a situação e "tomar as medidas necessárias", segundo refere a nota publicada pela instituição no Twitter.

As previsões meteorológicas apontam ainda para a continuação da chuva ao longo da semana, embora seja esperada uma redução da intensidade.