A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Xi Jinping responde a receios europeus em Roma

Xi Jinping responde a receios europeus em Roma
Direitos de autor
Alessandro Di Meo/Pool via REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

De visita a Itália, o presidente chinês fez questão de deixar uma resposta às inquietudes da União Europeia.

Depois de ser recebido pelo homólogo italiano, Sergio Mattarella, o presidente chinês afirmou que o ambicioso projeto comercial de Pequim para criar uma Nova Rota da Seda não será a sentido único e beneficiará também a Europa, "com um fluxo de investimentos nos dois sentidos".

Após o encontro, Mattarella frisou que "a antiga Rota da Seda era um instrumento de conhecimento entre povos e uma forma de partilhar descobertas de forma recíproca. A nova deve também ser uma rua com dois sentidos, na qual bens, ideias, conhecimento, soluções perspicazes, problemas comuns e projetos futuros devem transitar".

Xi Jinping sublinhou que o objetivo da China é "fortalecer as sinergias entre as respetivas estratégias de desenvolvimento para melhorar a cooperação nos domínios das infraestruturas, portos, logística e transportes marítimos, para construir uma série de projetos concretos ao longo da Rota da Seda".

Depois de Itália, o presidente chinês será recebido pelo homólogo francês, Emmanuel Macron, ao lado do presidente da Commissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e da chanceler alemã, Angela Merkel, que também tentará certamente assegurar acerca do megaprojeto lançado à seis anos e que gera controvérsia entre vários países do bloco comunitário.