Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Epidemia de cólera fez primeira vítima mortal

Epidemia de cólera fez primeira vítima mortal
Direitos de autor
REUTERS/Mike Hutchings
Tamanho do texto Aa Aa

A epidemia de cólera desencadeada pelas inundações provocadas pelo ciclone Idai em Moçambique fez uma primeira vítima mortal.

A informação foi avançada pelas autoridades sanitárias do país, que precisaram que há já mais de mil casos de contaminação. No entanto, o diretor nacional dos serviços de Assistência Médica, Ussene Isse, afirmou que cerca de 90% dos casos detetados foram tratados com sucesso e que apenas cerca de uma centena de pacientes permanecem hospitalizados.

A diretora da Organização Mundial da Saúde para África, Matshidiso Moeti, afirmou que a OMS está a "posicionar-se" para ajudar o governo moçambicano a prevenir surtos de doenças na região da Beira - a mais afetada - e evitar um colapso do sistema de saúde. A organização previa esta segunda-feira a chegada de cerca de 900.000 doses de vacina oral contra a cólera ao território moçambicano.

As chuvas torrenciais e ventos violentos que acompanharam a passagem do ciclone Idai deixaram um rasto de destruição e inundações, fazendo mais de 700 vítimas mortais em Moçambique, no Zimbabué e no Malaui.