Última hora

Última hora

Epidemia de cólera fez primeira vítima mortal

Epidemia de cólera fez primeira vítima mortal
Direitos de autor
REUTERS/Mike Hutchings
Tamanho do texto Aa Aa

A epidemia de cólera desencadeada pelas inundações provocadas pelo ciclone Idai em Moçambique fez uma primeira vítima mortal.

A informação foi avançada pelas autoridades sanitárias do país, que precisaram que há já mais de mil casos de contaminação. No entanto, o diretor nacional dos serviços de Assistência Médica, Ussene Isse, afirmou que cerca de 90% dos casos detetados foram tratados com sucesso e que apenas cerca de uma centena de pacientes permanecem hospitalizados.

A diretora da Organização Mundial da Saúde para África, Matshidiso Moeti, afirmou que a OMS está a "posicionar-se" para ajudar o governo moçambicano a prevenir surtos de doenças na região da Beira - a mais afetada - e evitar um colapso do sistema de saúde. A organização previa esta segunda-feira a chegada de cerca de 900.000 doses de vacina oral contra a cólera ao território moçambicano.

As chuvas torrenciais e ventos violentos que acompanharam a passagem do ciclone Idai deixaram um rasto de destruição e inundações, fazendo mais de 700 vítimas mortais em Moçambique, no Zimbabué e no Malaui.