Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Merkel e Varadkar querem solução para a fronteira entre as duas Irlandas

Merkel e Varadkar querem solução para a fronteira entre as duas Irlandas
Tamanho do texto Aa Aa

A chanceler alemã, Angela Merkel, deslocou-se esta quinta-feira à República da Irlanda para um encontro com o primeiro-ministro irlandês Leo Varadkar.

Ambos reafirmaram a vontade de se manterem unidos perante qualquer desfecho do Brexit comprometendo-se a fazer os possíveis para evitar um divórcio sem acordo.

"Isto é um resultado que ninguém quer ver. As discussões prosseguem em Londres e penso que precisamos de ser pacientes e compreender o problema que atravessam. Mas é claro que qualquer extensão deve incluir um caminho futuro realista e credível", disse o chefe do governo irlandês, Leo Varadkar.

No centro da questão está a necessidade de se evitar a imposição de uma fronteira física entre a República da Irlanda e a Irlanda do Norte, tal como definido no Acordo de Sexta-feira Santa.

"Pessoalmente, venho de um país que durante muitos anos esteve dividido pela guerra. Durante 34 anos vivi atrás da cortina de ferro por isso sei o que significa o desaparecimento de fronteiras e muros e o que é preciso fazer para alcançar uma cooperação pacífica" disse a chanceler alemã, Angela Merkel.

Merkel apoia o governo irlandês e afirma que a União Europeia poderá considerar uma extensão ao artigo 50.

Interrogada sobre se evitar a fronteira é compatível com a proteção do mercado único europeu, a chanceler alemã adiantou que é essencial manter a fronteira aberta e que não há alternativa senão encontrar uma solução.