Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

FMI corta previsão de crescimento da economia mundial

FMI corta previsão de crescimento da economia mundial
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional reviu em baixa a previsão do crescimento da economia mundial, para este ano.

No relatório "World Economic Outlook" a instituição liderada por Christine Lagarde mostra-se preocupada com as incertezas do "Brexit" e com as crescentes tensões comerciais, em especial, entre a China e os Estados Unidos da América.

O "World Economic Outlook" projeta um abrandamento do crescimento da economia mundial, em 2019, registando um crescimento de 3,3%, 0,4 pontos percentuais abaixo da previsão anterior.

Para 2020, o FMI estima que o crescimento da economia do globo seja de 3,6%.

“A tremenda incerteza, em torno do Brexit, pesou negativamente no crescimento para o Reino Unido, e é uma das razões para a revisão em baixa, então esse seria o primeiro ponto, ou seja, a incerteza contínua não ajuda. O segundo é claro, no caso de um Brexit sem acordo, o impacto para a economia do Reino Unido seria bastante substancial”, afirma a Economista-chefe do FMI, Gita Gopinath.

Esta é a terceira revisão em baixa, desde outubro, por parte do FMI.

O Fundo recomenda que China e Alemanha, dois dos principais motores da economia mundial, adotem medida a curto prazo para estimular o crescimento.

A instituição apelou, ainda, ao Banco Central Europeu que prossiga com o estímulo às economias regionais depois de ter revisto em baixa o crescimento da Zona Euro para 1,3%, este ano, e 1,5% em 2020.

FULL REPORT: https://www.imf.org/en/Publications/WEO/Issues/2019/03/28/world-economic-outlook-april-2019