Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Tribunal francês responsabiliza Monsanto

Tribunal francês responsabiliza Monsanto
Tamanho do texto Aa Aa

É a terceira vitória de um agricultor francês na Justiça contra a empresa agroquímica Monsanto. O Tribunal da Relação de Lyon confirmou a responsabilidade da gigante norte-americana pelos danos causados a Paul François.

O agricultor sofreu uma intoxicação em 2004 ao inalar vapores do herbicida Lasso, produzido pela Monsanto, que utilizava nos seus campos de milho no sul de França. O produto viria a ser proibido no "hexágono", no final de 2007.

"A responsabilidade da Monsanto foi confirmada por um tribunal francês, e o Tribunal da Relação de Lyon, que teve uma reação extremamente fundamentada, descartou cada um dos argumentos da Monsanto. Por isso, esta é uma grande vitória hoje para Paul François e para as vítimas dos pesticidas", realçou o advogado da vítima, François Lafforgue.

O Tribunal de Lyon condenou a Monsanto a pagar ao francês 50 mil euros para cobrir os gastos judiciais.

A indemnização de mais de um milhão de euros exigida pelo agricultor vai ser analisada num procedimento separado por outro Tribunal.

Mas Paul François ainda deve ter de enfrentar outra batalha. Após a decisão da Justiça francesa desta quinta-feira, o advogado da multinacional disse imediatamente que a Monsanto deve apresentar novo recurso.