Última hora

Alerta sobre plano de Trump no Médio Oriente

Alerta sobre plano de Trump no Médio Oriente
Direitos de autor
REUTERS/Carlos Barria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de três dezenas de políticos de várias nacionalidades, que tiveram altas responsabilidades na política externa, pedem aos governos da União Europeia que rejeitem qualquer plano de paz dos EUA para o conflito no Médio Oriente que não respeite os direitos dos palestinianos.

"Contra a infeliz ausência de um claro compromisso com a visão de dois Estados, o governo Trump declarou que está em vias de apresentar um novo plano para a paz israelo-palestiniana. Apesar da incerteza sobre quanto é que o o plano será divulgado, é crucial que a Europa esteja atenta e aja estrategicamente", lê-se numa carta aberta, publicada pelo jornal britânico The Guardian.

Os signatários criticam a administração de Donald Trump por se colocar ao lado das posições de Israel e mostrar indiferença em relação à política de colonização de território palestiniano.

"Israel e os territórios palestinianos ocupados estão a tornar-se, na realidade, num Estado com direitos desiguais. Isso não pode continuar. Nem para os israelitas, nem para os palestinianos nem para Europa", lê-se ainda, o texto assinado, entre outros, por Benita Ferrero-Waldner, Carl Bildt, Guy Verhofstadt, Javier Solana, Maré Robinson.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.